Fazendo Você Mais Feliz

Mas afinal, de quem é a obrigação de buscar a felicidade e o bem-estar? Sua! Isso mesmo. Você não pode e não deve depender da ação dos outros, mesmo de familiares, para ser feliz.

Não estou dizendo com isso que você deve ignorar as pessoas que te amam e querem seu bem e passar a ser a pessoa mais egoísta do mundo. Você deveria entender melhor o que sente e o que te faz agir para, assim, poder tomar decisões que te levem para o caminho certo, o seu caminho.

felicidade-3-fazendo-voce-mais-feliz

É muito comum vermos pessoa dando lições de moral em outras, bradando em alto e bom tom como elas devem agir, com quem elas devem se relacionar, que tipo de livro/filme devem ler/assistir e, até, que roupa devem vestir para trabalhar.

Certas pessoas se acham mais donas da vida do outro do que da própria. Acham que por já terem vivido mais tempo ou experimentado mais coisas, se acham no direito de interferir na forma de pensar e agir dos outros.

Isso é errado. Ninguém tem o direito de impor a sua opinião goela abaixo do outro. Todos merecem ser ouvidos e respeitados.

O que é certo ou melhor para alguém, pode, e muitas vezes não é, melhor para o outro. A respeito a individualidade hoje em dia é algo muito raro de se ver.

Desde atitudes simples como dar o lugar para a pessoa idosa no ônibus até a forma como vizinhos se cumprimentam no elevador ou nas dependências do prédio. Parece que todos vivem, ou querem viver, isolados um do outro. É como se outro representasse uma ameaça. Muito doido isso.

Modificar o comportamento adulto é difícil mas ensinar, através do exemplo, como crianças devem se comportar diante dos fatos da vida, é um ato de amor com a vida, com o futuro da humanidade.

As crianças de hoje serão os adultos de amanhã. São eles que viverão as consequências dos nossos atos hoje. São eles que precisarão lidar com a natureza, com a evolução tecnológica, pobreza, miséria, doenças.

São questões complexas que pouco se discute. Ninguém tem “tempo” para gastar com essas bobeiras. Ninguém assiste programas educativos. Todos só querem saber de programas de auditório onde das três uma: ou mostram pernas e bundas de mulheres saradas ou apelam para o sensacionalismo assistencial ou fazem brincadeira com as coisas mais banais do cotidiano.

felicidade-4--fazendo-voce-mais-feliz

Ficamos paralisados assistindo essas coisas, que não nos agregam nada e ainda nos emburrecem. E estamos deixando uma geração inteira passar por isso tudo sem fazer nada a respeito.

Precisamos agir, um passo de cada vez mas precisa começar hoje, agora!

Exercícios para emagrecer após a gravidez

Muitas mamães procuram todos os dias no google uma metodologia eficiente para fazer exercícios para emagrecer após a gravidez.

O recém-lançado curso mamãe sarada apresenta uma proposta inovadora e específica para mulheres que desejam recuperar o peso que tinham antes da gravidez.

Algumas engordam 18kg, outras 22kg mas todas, sem exceção, querem, pelo menos, recuperar o peso que tinham antes da gravidez.

Algumas começam a malhar ainda grávidas na tentativa de conter o excesso de kilos de forma preventiva.

Malhação na Gravidez

Nem todo os tipos de exercícios são recomendados para serem feitos durante a gravidez. A yoga e a hidroginástica são os campeões de recomendações pelos médicos.

Yoga na Gravidez

Algumas mulheres, já costumadas ao ritmo mais pesado de malhação, adaptam os exercícios de musculação e/ou ginástica ao novo corpo.

Existem casos de exagero. Malhar pesado sem avaliação médica ou supervisão por um profissional habilitado, pode causar problemas na gestação.

O ideal aqui é buscar o equilíbrio, em todos os sentidos.

É justamente nesse balanceamento que o programa mamãe sarada atua. São exercícios curtos porém intensos, que deixam seu metabolismo acelerado por mais tempo.

Durante a gestação, a ideia é controlar a alimentação e fazer exercícios bem leves.

Após o nascimento do bebê, a recomendação é tentar “aproveitar” a queima calórica natural da amamentação e conjugar com exercícios mais vigorosos.

Nesse momento, é normal que as mulheres fiquem mega sobrecarregadas e não queiram nem pensar em exercícios.

O acúmulo de tarefas e o próprio estresse em buscar dar conta de tudo, faz com que as mulheres não tenham ânimo e tempo para irem a academia.

Convenhamos que a academia não é dos lugares mais interessantes para se frequentar quando você está morta, com a auto-estima baixa e quando todo e qualquer esforço que você faz parece que um rolo compressor passou por cima de você!

Essa situação é bem comum para a maioria das mulheres mas tem solução!

Hidroginástica na Gravidez

Pensem um pouco comigo: O que uma mulher mais quer nesse momento?

  • Perder peso sem ter que ficar horas na esteira.
  • Poder comer coisas que a deixem saciada sem engordar tanto.
  • Ter tempo para praticar exercícios sem perder uma manhã ou uma tarde.
  • Fazer exercícios que a façam perder barriga, tornear pernas e braços e afinar o rosto.

Ao meu ver, só existem duas maneiras de avaliar se um programa alimentar e de exercícios funciona:

  1.  Se depois de uma ou duas semanas seguindo o programa você começa a receber elogios do marido, amigos e familiares (não existe avaliação mais objetiva que essa!)
  2. Se depois de um mês e meio seguindo o programa você já começa a vestir as roupas que costumava usar antes da gravidez (essa fecha o caixão, se você entra na roupa, é porque funcionou!).

Se você se identificou com o que escrevi acima, talvez esse programa seja o que você está procurando.

Clique aqui e veja se é esse tipo de resultado que você deseja.

Qual o melhor curso de guitarra online em 2016?

Existem muitos cursos de guitarra online mas poucos tem uma qualidade aceitável.

curso-de-guitarra-online

Alguém que deseja aprender a tocar guitarra e escolhe um curso online, sabe das vantagens da tecnologia mas não pode abrir mão da didática e da qualidade do ensino.

Os cursos muitas vezes focam muito em alguns detalhes técnicos e deixam de apresentar conceitos e exercícios educativos que são extremamente importantes para guitarristas iniciantes.

como-tocar-guitarra

O equilíbrio entre conceitos, técnicas e estratégias é o que, na minha opinião,  determina a qualidade de um curso de guitarra e o diferencia dos demais.

Outra questão importantíssima mas que normalmente passa despercebida (até por falta de conhecimento) pela grande maioria dos iniciantes é a qualidade técnica do professor de guitarra.

O conhecimento dele, a experiência tocando tipos de musicas diferentes e a didática de ensino praticamente sacramentam a excelência do curso. Muitas vezes o professor é bom em 1 ou 2 dos aspectos mas falha no 3o.

A busca pelo curso de guitarra perfeito é complexa mas já foi feita por muitas pessoas. Porque não aproveitar esse conhecimento e já começar a partir dai.

Pelo que tenho visto, a maioria dos cursos online oferece uma garantia de 30 dias. É forma mais democrática e justa de você poder conhecer e avaliar um curso antes de decidir continuar com ele.

criador-guitarra-fender

Caso o curso não atenda as suas reais expectativas, basta entrar em contato com o suporte dentro do prazo de 30 dias a parir da comprar, e solicitar a devolução de 100% do valor pago no curso.

Em um primeiro momento isso pode parecer estranho e é normal que você desconfie, mas acredite, você não precisa justificar o seu pedido. Basta enviar um email e todo o seu dinheiro será devolvido.

como-aprender-a-tocar-guitarra-sozinho

Com esse nível de garantia sendo oferecida e cumprida pelos produtores de cursos online, cabe a você seguir a escolha do melhor curso de guitarra que lhe atenda e experimentar.

Espero que vocês tenham gostado do artigo e até uma próxima oportunidade.

Como aprender inglês no menor tempo possível?

Essa é a famosa pergunta de 1 milhão de dólares.

Todos os nossos objetivos precisam ser claramente definidos (quando, quem, em que situação) para que seja possível os alcançarmos.

No aprendizado de inglês não é diferente. Até é possível aprender inglês em um prazo relativamente pequeno. Agora, vai depender, principalmente, de que recursos estarão disponíveis para que isso seja alcançado.

curso-ingles-do-jerry

Vamos exemplificar. Nesse caso, se você tem bons recursos financeiros destinados ao aprendizado da língua inglesa, fica mais fácil pagar por bons cursos, bons professores, bons livros, etc.

Se você dispõe de muito tempo disponível, você estará em contato com o inglês por mais tempo durante o dia. É isso é ótimo. Vai influenciar diretamente na velocidade do seu aprendizado.

Acho que ficou claro por onde a análise ser ser feita. Agora, cabe a você pensar um pouco a respeito e definir o seu plano de ação.

Existem algumas premissas que precisam ser atendidas para que esse projeto dê certo e a principal delas é a fonte de aprendizado.

Eu já fiz inúmeros cursos de inglês e sei bem o que faz diferença. Consegui a fluência na língua em poucos meses. Depois que entendi o que efetivamente era importante em todo esse processo.

A primeira coisa que eu acredito que tenha um peso significativo é o quanto você deseja aprender inglês. Independente do motivo, se você quiser realmente aprender o idioma, algumas portas invisíveis se abrirão.

Eu entendo que a necessidade do inglês é universal. Seja para o trabalho ou para o estudo na universidade (graduação, mestrado, doutorado …), quem não entende inglês acaba ficando para trás.

Não quero aqui ficar condenando quem não adora o inglês ou aqueles que não gostaria de estar “perdendo” tempo estudando uma nova língua.

Todos somos capazes de aprender qualquer coisa. O que eu quis dizer é que aqueles que desejam muito saem na frente. A vontade faz com que a pessoa procure assuntos do seu interesse é isso torna o aprendizado bem mais leve.

melhor-curso-de-ingles-online-em-2016

Essa é uma boa estratégia. Meu conselho: procure por assuntos que sejam do seu maior interesse. Algo que você já costume ler bastante em português. São esses assuntos que podem alavancar o seu aprendizado.

Outro ponto que eu vejo como extremamente importante para encurtar o tempo de aprendizado é estar cercado pelo idioma. Você precisa aumentar os pontos de contato com a língua.

Minha sugestão tem por base o que funcionou para mim. Primeiro, procure um livro pequeno em inglês sobre o assunto e ande sempre com ele. Todo dia leia um pouco. Não se importe, pelo menos nesse momento, com as palavras que você não conhece ou tem duvida em relação ao significado.

A ideia aqui é que a leitura seja fluida. Você precisa ler de forma natural e, muitas vezes, entender o parágrafo pelo contexto. No inicio, pode ser difícil mas com o tempo a “mágica” acontece é você precisa acreditar nisso.

Depois do primeiro livro terminado, independente do quanto você efetivamente entendeu dele, um marco será estabelecido no seu cérebro. Você conseguiu!!!

Isso é transformador. Você precisa viver isso, até para chegar às suas próprias conclusões. Se houver sintonia e você sentir esse poder transformador, passe para o próximo livro e assim em diante.

como-falar-ingles

Outro recurso bem interessante e acessível é o uso de podcasts. Hoje em dia, todo smartphone tem uma app de podcast. O que você precisa fazer é checar se você já o tem instalado e, se tiver, procure pelos assuntos que você tem mais interesse. Você pode combinar e escolher o mesmo assunto do livro que você vai ler ou já leu. Ambos estão relacionados e isso ajuda o seu cérebro.

Agora que você já está com o seu primeiro canal de podcast assinado, eu sugiro que assine apenas mais 2, totalizando três. Eu vou explicar o motivo pelo qual você não pode ter mais de três, pelo menos não nesse momento.

A tentação de sair assinando todos!os canais que aparecem no resultado da busca é tentador. O problema é sobrecarga de informação. Já vivemos isso no nosso trabalho, na nossa caixa de entrada no email, nos grupos do whatsapp, no facebook, etc. Não podemos levar essa situação para o estudo do inglês.

Mas por que o número 3? Pela minha experiência, este é o número suficiente para que você possa eleger o melhor é seguir em frente com ele. Quando o objetivo é escolha do melhor, 1 é insuficiente, 2 é difícil, caso eles sejam muio próximos, mas 3 é o ideal. Estatisticamente falando, com 3 opções você pode estabelecer rapidamente um paralelo de comparação entre eles é rapidamente escolher o melhor.

Depois de escolhido, é seguir em frente com ele baixando os novos episódios e, sempre que sobrar algum tempo disponível, você pode selecionar no feed de episódios antigos, aqueles cujos temas lhe agradam mais ou lhe chamam a atenção pela curiosidade.

Seguindo em frente com dicas que podem diminuir o tempo de aquisição da fluência na língua, temos, também, as newsletters por email.

curso-de-ingles-para-executivos

Você deve buscar no google pelo assunto de interesse, em inglês, seguido da palavra newsletter. Nos resultados, vão aparecer sites cujo conteúdo seja do seu interesse é que esteja disponível uma caixa de texto para que você possa deixar o seu email é receber, regularmente, conteúdo relacionado ao tema.

É importante que você seja bem específico na busca do google, porque quanto mais específico mais direcionado é o conteúdo e mais atraente serão os temas recebidos em seu email. Você pode adotar a mesma estratégia de selecionar 3 sites, deixar seu email em cada um deles e, depois, você da a seleção do melhor.

É por ultimo, e não menos importante, está a cereja do bolo. O tempo de aprendizado de qualquer assunto, não só de inglês, está diretamente relacionado à qualidade do seu material de estudo.

ingles-na-ponta-da-lingua

O livro, o podcast e a newsletter são extremamente importantes mas atuam como coadjuvantes nesse processo. São recursos complementares nesse fluxo de aprendizado. O principal, o core, é o material de estudo da língua em si. Existem livros específicos, gramáticas, cursos tradicionais, etc mas o que mais funcionou para mim e o que eu realmente acredito é a combinação de um excelente curso de inglês online com os materiais citados anteriormente.

Um não substituí o outro, eles sem complementam. Com um você aproxima a sua alma do aprendizado, com o outro coe aproxima a sua memória e o seu cérebro. Você precisa dos dois para que o aprendizado efetivamente aconteça.

O melhor curso de inglês que eu conheço oferece tudo que você precisa para aprender inglês e ficar fluente em alguns poucos meses. Se você se dedicar, não tem como não evoluir absurdamente em muito poço tempo.

Espero que vocês tenham gostado das dicas. Foi assim comigo e espero que seja assim com você também. Até o próximo artigo.